– caráter interdisciplinar da profissão;

– conhecimento dos instrumentais de informática e desenho técnico;

– visão crítica do mercado de trabalho e espírito empreendedor.

– conhecimento dos aspectos antropológicos, sociológicos e econômicos relevantes

– interesse de preservação da paisagem e de avaliação dos impactos no meio ambiente, com vistas ao equilíbrio ecológico e ao desenvolvimento sustentável;

– habilidades para conceber projetos de arquitetura, urbanismo, paisagismo e interiores; – conhecimento da história das artes, da arquitetura e urbanismo;

– domínio de técnicas e metodologias de pesquisa em planejamento urbano e regional

O curso visa formar profissionais competentes e capazes de atuar nas diversas áreas de atuação da profissão, conforme a Lei 12378/2010 do CAU, de 31 de dezembro de 2010, que regulamenta o exercício da Arquitetura e Urbanismo:

– Projeto Arquitetônico: concepção e execução de projetos de diferentes usos e escalas;

– Projeto de Interiores: concepção, execução e detalhamento de projetos de ambientes;

– Projeto Paisagístico: concepção e execução de projetos para espaços externos, livres e abertos, privados ou públicos;

– Planejamento Urbano: planejamento físico-territorial e planos de intervenção no espaço urbano, metropolitano e regional, considerando sistemas de infraestrutura, saneamento básico, sistema viário, sinalização, tráfego e trânsito, acessibilidade, gestão ambiental, parcelamento do solo, plano diretor, traçado de cidades, assentamentos humanos e requalificação em áreas urbanas e rurais;

– Conservação e restauro do Patrimônio Histórico: práticas de projeto e soluções tecnológicas para reutilização, preservação, conservação, restauro e valorização de edificações;

– Conforto Ambiental: técnicas referentes ao estabelecimento de condições climáticas, acústicas, lumínicas e ergonômicas, para a concepção, organização e construção dos espaços;

– Topografia: interpretação de levantamentos topográficos

– Estrutura: sistemas construtivos e estruturais, desenvolvimento de estruturas;

– Materiais: tecnologia e resistência dos materiais, patologias e recuperações.

Corpo Docente

Gilda Maria Botão Ayres Pereira

VER CURRÍCULO

Osmar de Carvalho Martins

VER CURRÍCULO

Lucas Gabriel Winter

Luiz Gustavo Singeski

Bruna Meira Rocha

Mensalidade

R$ 1.120,90

Valor com desconto até dia 6 de cada mês

1.259,44

Valor integral

Quer Saber Mais?

Cadastre-se para receber as novidades e materiais sobre seu curso!

Arquitetura e Urbanismo

Projetos e Incentivos

As Coligadas UB – Uniguaçu, Campo Real e UCP – reuniram esforços e criaram o MensalidadeFlex. Agora, a mensalidade vai caber no seu bolso, para você começar a estudar já: você paga até 50% do seu curso só depois de formado e sem juros.

Saiba mais em www.mensalidadeflex.com.br.

Programa em que o acadêmico solicita junto ao Governo Federal o financiamento de até 100% do valor de sua mensalidade.
Saiba mais em www.uniguacu.edu.br/aluno/fies.

A Uniguaçu tem Prouni. Faça o Enem e candidate-se ao Programa Estudantil do Governo Federal que concede bolsas parciais e integrais.

Saiba mais em www.prouni.com.br.

Estagie na Uniguaçu e aprimore seus conhecimentos recebendo incentivos com bolsas parciais ou integrais.

 

A Uniguaçu reconhece os atletas que estão no ranking paranaense ou brasileiro premiando-os com bolsas parciais.

Ao indicar amigos para estudar na Uniguaçu, o acadêmico recebe 5% de desconto para cada um deles que efetivar a matrícula e permanecer no curso.

Os bons alunos merecem incentivos e a Uniguaçu os reconhece concedendo bolsas parciais ao melhor aluno de cada curso.

Os membros de uma mesma família de acadêmicos da Uniguaçu recebem bolsas parciais de incentivo durante todo o curso.

A Uniguaçu, por meio de convênios com o CIEE, empresas, instituições e agências de emprego, auxilia seus acadêmicos encaminhando-os para estágios e empregos fixos.

As Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu (Uniguaçu), visando a permanência de seus acadêmicos de graduação e pós-graduação, desenvolve práticas de incentivo, de criação de bolsas e facilitação de financiamentos estudantis próprios, além de manter os programas governamentais, como Prouni e Fies, por meio de sua qualificação frente ao Ministério da Educação (MEC).

Saiba mais AQUI.