Acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo da Uniguaçu participam do II Fórum Mundial Niemeyer

04 set

A participação é decorrente da premiação da equipe no concurso de maquetes do Instituto Niemeyer em parceria com CAU/PR e CAU/SP

 

Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo Eziquel Gadonski, do quarto período, Cássia Tais Figura, Vinicius Tesseroli e Cláudio Airton Pedrollo, do sexto período e Daniel Soares e Thiago Jonatan da Silva, do décimo período, orientados pela professora Silvia Letícia Vacelkoski, participaram do concurso de maquetes do II Fórum Mundial Niemeyer. Para coroar a brilhante participação dos acadêmicos, as três maquetes elaboradas foram escolhidas para ficarem expostas no Memorial da América Latina no espaço denominado “Casa Niemeyer”.

O II Fórum Mundial Niemeyer é um evento cultural internacional realizado em parceria com o CAU/SP e CAU/PR, que aconteceu entre os dias 26 a 30 de agosto de 2019, no Memorial da América Latina, na cidade de São Paulo. Como premiação, a Uniguaçu ganhou os ingressos para participação no Fórum, custeando assim o deslocamento da equipe para participar do evento em São Paulo (SP).

As três maquetes elaboradas pelos acadêmicos foram selecionadas entre as trinta melhores do Brasil, expostas durante todo período de duração do Fórum, assim, representando o Centro Universitário Vale do Iguaçu em um evento de caráter cultural e internacional. As maquetes selecionadas irão prosseguir para a cidade de Porto Alegre (RS) onde ficarão expostas no Memorial Luiz Carlos Prestes, e seguirão durante todo ano para exposição em diversas cidades brasileiras.

 

O evento

O Fórum Mundial Niemeyer teve como propósito reunir a sociedade, instituições e organizações públicas e privadas de excelência no âmbito das atuais e futuras questões urbanas, em plenária e on-line, para discutir propostas, projetos e práticas efetivas para um mundo melhor, mais solidário e humano.

A programação do evento contou com cinco painéis: Artes e Humanidades, Sustentabilidade, Cidades e Planejamento Urbano, Inclusão e Arquitetura. Foram abordados temas como “Fraternidade sem Fronteiras: Projetos Humanitários para um Mundo Melhor”, “Cidades e Mudanças Climáticas”, “A Arquitetura e a Estética das Cidades”, “O Legado de Lúcio Costa”, entre outros.

Estiveram presentes no evento grandes nomes nacionais e internacionais da arquitetura e do urbanismo de diversas outras áreas como Paulo Niemeyer (bisneto de Oscar Niemeyer) e João Portinari (filho de Cândido Portinari).

Para a professora Silvia Letícia Vacelkoski, orientadora dos trabalhos, “a maior motivação em participar do concurso surgiu do desejo de oportunizar os alunos e aproveitar todo o talento e o potencial deles”. A professora comenta que achou esta uma grande oportunidade para os acadêmicos e para verificar como seria o desempenho de todos em uma competição de nível nacional, com repercussão internacional. “Decidi então montar uma equipe com acadêmicos de diferentes períodos do curso, que tiveram bom desempenho durante a disciplina de Maquetaria e iniciamos os trabalhos. Decidimos por confeccionar três maquetes e, dessa forma, representar três obras do arquiteto Oscar Niemeyer, a fim de aumentar nossa chance de conseguirmos ser selecionados, pelo menos com uma delas. Para a nossa surpresa, quando recebemos o resultado, as três maquetes feitas haviam sido escolhidas!”

Segundo o acadêmico Thiago Jonatan da Silva a presença no evento é resultado da aplicação de toda a equipe participante, orientada pela professora Silvia, representando de forma honrosa o Centro Universitário Vale do Iguaçu. “A participação foi de vasta experiência para todos os envolvidos, desde o processo de confecção das maquetes até os dias em que estivemos presentes no Fórum Mundial Niemeyer. É gratificante, após uma jornada árdua, ver o trabalho de toda equipe ser reconhecido, estando entre as grandes instituições referentes em arquitetura no cenário nacional e internacional. Essa recompensa é fruto do trabalho de toda equipe e da qualidade de infraestrutura e corpo docente oferecido pela Uniguaçu.” Thiago ainda comenta que contemplar as grandes palestras voltadas a arquitetura e o urbanismo, artes, humanidades, entre tantas outras, fez com que os dias que estiveram lá fossem enriquecedores.

A coordenadora do curso, professora Paula Vaccari Toppel, está imensamente orgulhosa do trabalho realizado. “Eu tinha certeza que teria um ótimo resultado, mas um resultado como este em um concurso, considerando todas as instituições do Brasil, ratifica que o trabalho do colegiado cada vez mais vem sendo aprimorado. Este resultado vem também da total dedicação dos acadêmicos que não mediram esforços.” Ela ainda comenta que a participação em eventos como este, independente do resultado, com certeza fará diferença na carreira profissional de cada um.