Egressa de Psicologia da Uniguaçu é admitida em programa de Mestrado em Neurociência na Espanha

29 jul

Maria Helena Bortolozzo Gleich ficou entre os cinco convocados que ganharam uma bolsa de estudos do programa

 

A egressa do curso de Psicologia da Uniguaçu, Maria Helena Bortolozzo Gleich, foi admitida no Mestrado em Neurociência pelo Instituto de Neurociências de Alicante (IN) na Espanha. O programa selecionou cinco participantes, beneficiando cada um com uma bolsa de estudos internacional. Maria Helena foi a única brasileira classificada no curso para 2019-2020, com uma bolsa integral de estudos.

O Instituto de Neurociências fornece laboratórios, equipamentos e pessoal técnico para pesquisa neurobiológica. Ele é organizado em unidades de pesquisa destinadas a serem funcionais e flexíveis e servem principalmente como uma estrutura organizacional para facilitar as atividades de pesquisa e estimular a interação e colaboração científica entre os membros do Instituto.

Maria Helena comenta que durante o curso de Psicologia descobriu a área de Neurociência e o trabalho com pesquisa. “Tudo isso me interessou bastante, então eu procurei durante meu desenvolvimento acadêmico focar nessa área. Fui à congressos de Neurociência, fiz cursos de extensão na área, escrevi artigos e desenvolvi meu TCC buscando interligar a Psicologia com a Neurociência.”

A atualização de novos conhecimentos é um desafio importante para os profissionais que têm na área de neurociência, ou áreas afins, seu campo de ação, pois nem sempre é fácil ter acesso a informações relevantes em um campo tão grande e em rápida evolução. Nesse sentido, o Instituto de Neurociências, um centro misto da Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH) e do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), é um marco ideal para a transmissão da complexidade e abrangência desses avanços, uma vez que reúne uma atividade de pesquisa e ensino de ponta.

Maria Helena também foi premiada na sua formatura, em fevereiro de 2019, como Melhor Aluna, recebendo da Uniguaçu uma bolsa integral para pós-graduação. “Depois de formada, busquei formas de trabalhar com pesquisa nessa área. Me inscrevi, em março desse ano, para uma bolsa de mestrado em um Instituto de Neurociência na Espanha. Passei por um processo seletivo, meses depois recebi a resposta que fui pré-selecionada e depois que fui selecionada oficialmente para uma das cinco vagas para alunos estrangeiros.” Para ela, a sensação de ser selecionada para o Mestrado foi incrível. “Fiquei emocionada quando descobri que fui a única brasileira selecionada para trabalhar com pesquisa nessa bolsa. Meu objetivo é desenvolver pesquisas que continuem interligando a Psicologia com a Neurociência, mostrando como ambas as áreas podem se complementar no estudo do cérebro.”

Segundo a coordenadora do curso de Psicologia, professora Guidie Elleine Nedochetko Rucinski, a Helena sempre se destacou por suas notas e persistência. “Tive o prazer de ser a sua orientadora do TCC e seu projeto de pesquisa foi surpreendente e inovador. Ela é realmente uma pesquisadora de sucesso. Estou feliz por ter feito parte em sua trajetória durante a graduação e desejo muito sucesso na carreira brilhante que terá.”

O Centro Universitário Vale do Iguaçu se orgulha em fazer parte da história de acadêmicos que buscam cada vez mais ampliar seus conhecimentos e desenvolver novas pesquisas. “Em nome da Uniguaçu parabenizamos a egressa Maria Helena por esta conquista e por estar em busca de melhorias para a Psicologia e para a Neurociência. Buscamos sempre aprimorar as metodologias de ensino e inovação para que os acadêmicos sejam profissionais cada vez mais autônomos, que corram atrás de mais conhecimento e que sejam capazes de resolver problemas diversos”, afirma a Reitora, professora Marta Borges Maia.