Uniguaçu inaugura Sala Smart

30 maio

O Centro Universitário Vale do Iguaçu – Uniguaçu, inaugurou na noite desta quinta-feira, 30, a Sala Smart Uniguaçu, um novo espaço interativo, de fácil acesso e que irá gerar mais integração entre os acadêmicos e a Plataforma Smart Uniguaçu. A Plataforma possibilita aprendizagem de maneira efetiva e, ao mesmo tempo, individual e coletiva, permitindo assim que a tecnologia seja mais um caminho para que a aprendizagem de qualidade aconteça de forma efetiva e sem limites.

“O uso inovador das tecnologias precisa estar integrado a metodologias de ensino eficazes, que tenham o acadêmico como centro do processo de ensino e aprendizagem, desenvolvendo competências importantes para o profissional do século XXI”, afirma a Reitora da Uniguaçu, professora Marta Borges Maia. A Sala Smart será usada para aumentar a pesquisa, o conhecimento e a criatividade dos acadêmicos e está localizada no segundo piso do Centro Tecnológico Uniguaçu (CTU).

O espaço é moderno, aconchegante, acolhedor e tecnológico, sendo mais uma novidade que a Uniguaçu oferece aos acadêmicos. Estiveram presentes na cerimônia de Inauguração os acadêmicos representantes de turma, professores e colaboradores.

O projeto arquitetônico do espaço foi desenvolvido pelo Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (EMAU) da Uniguaçu, coordenado pela professora Bruna Maidel. O escritório presta um enorme serviço para sociedade, pois além de iniciar o processo de aplicação teórica por meio da prática, proporciona para os acadêmicos um estágio não obrigatório, e atende a população sem possibilidade de ter acesso ao trabalho do arquiteto e urbanista (ONGS, entidades sem fins lucrativos, comunidades com necessidades).

Segundo a coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniguaçu, professora Paula Toppel, uma das premissas do projeto foi a sustentabilidade. “Entendendo a necessidade do espaço foi possível usar grande parte estrutura existente, não gerando resíduos desnecessários.” A ideia principal da Sala Smart foi criar um espaço descontraído, que integre os acadêmicos e possibilite conforto. Participaram do projeto os acadêmicos Ricardo Sereniski, Criscieli Ritter e Claudeci Araújo.

Todos os acadêmicos da Uniguaçu estão convidados a conhecer e utilizar o espaço.